Está na hora de trocar de emprego?

Você sabe quando chegou a hora de buscar uma nova alternativa profissional ou emprego?

Confira alguns sintomas que costumam aparecer quando a pessoa está estagnada e insatisfeita profissionalmente:

  • Domingo à noite você já começa a ficar agoniada por ter que ir trabalhar no dia seguinte e ao chegar segunda-feira você só pensa na sexta-feira;
  • Você realize as suas obrigações com dificuldade e acha o seu trabalho chato.
  • Você vai trabalhar para apenas para pagar as contas;
  • Você não pensa em mudar porque o pais está em crise;
  • É difícil escolher o emprego dos sonhos;
  • Você não enxerga perspectiva de crescimento profissional;
  • Você acha que é subavaliado e seu desempenho não é reconhecido pela gestão;
  • Você foi preterida em uma promoção
  • Você detesta sua chefia ou seus colegas de trabalho;

Agora, se você já tem a consciência que está desmotivada, o que você está fazendo ou  planejando para efetivamente mudar esta situação? Pode ser que você seja daquelas pessoas que vai simplesmente levando a situação por temer que não conseguirá algo melhor ou por acomodação mesmo.

A pergunta que eu te faço então, é quanto tempo mais você vai aguentar isto?

Passamos a maior parte de nosso dia envolvidas em nossa atividade profissional e será que é bom para você permanecer onde você está tão frustrada?

Por outro lado você não está só. Dependendo da pesquisa, algo em torno de 72% da população está  insatisfeita com o trabalho.

É claro que dinheiro é importante, afinal temos contas a pagar, contudo, é bom lembrar que  permanecer em um emprego ou mesmo em uma atividade profissional apenas pelo dinheiro pode sair caro. Pode aparecer uma depressão, você pode levar a sua frustração para casa descontando no companheiro ou filhos ou pior ainda, você pode intoxicar o seu corpo a tal ponto que uma doença mais séria se manifesta.

A sua realidade não precisa ser assim!

É tudo uma questão de planejamento. Por exemplo, você acha que está pouco capacitada para conseguir um novo emprego, vá lá e procure melhorar a sua formação, adquirir a habilidade ou conhecimento necessário para conseguir uma colocação melhor.

O essencial é você tomar uma atitude e programar a sua transição profissional. A única coisa que não se perde é o conhecimento adquirido.

Em um mundo em transformação tão rápido, ter mobilidade, flexibilidade e procurar se desenvolver continuamente tanto como pessoa como profissional é primordial para se manter atualizado e até para descobrir novas oportunidades.

Aqui um pensamento: não espere chegar ao ponto em que a dor de permanecer na mesma situação seja maior do que a dor de mudar.

Seja proativa, saia do marasmo e não imagine que a solução caia do céu. É tudo uma questão de você planejar e executar.

Mãos à obra!

Receba Conteúdo Inédito. Inscreva-se

Receba grátis Ebook com 10 exercícios para você Avaliar seu momento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *