Você tem dificuldade em decidir?

Nem sempre o processo de tomar uma decisão é fácil. Estamos o dia inteiro decidindo coisas pequenas e grandes. Agora, se você tem dificuldade em decidir, especialmente, coisas importantes, confira abaixo o que pode ser feito para facilitar a tomada de decisão.

O primeiro passo é aceitar que não se pode ter o melhor de tudo. Temos que fazer escolhas. O medo de decidir errado é a principal causa de ficar-se adiando uma decisão. A ansiedade e depressão, também podem influir, especialmente para quem tem uma visão pessimista da vida.

Vale lembrar que a não decisão também é uma decisão e não isenta ninguém de sua responsabilidade, pelo contrário. Há males imensos que decorrem da falta decisão.

Vamos conferir algumas técnicas que você pode aplicar para te ajudar a decidir com mais facilidade.

Evite o excesso de informações e opiniões

É importante estarmos bem informados, só que o excesso de informação acaba tirando o foco e causando insegurança, assim como perguntar a opinião de todo mundo. Restringe-se apenas àquelas pessoas de sua confiança.

Prazo para decidir

Estipule uma data limite para você tomar sua decisão. Isto evita a famosa procrastinação. Lembre-se que muitas vezes é melhor escolher uma opção e seguir adiante com ela do que não decidir. O não decidir gera paralisia, que pode ser muito pior do que uma decisão errada.

Confie na sua intuição

Nem sempre pensar demais sobre o assunto ajuda. É claro que é válido analisar a situação, porém, o excesso só atrapalha. A intuição, não a impulsividade, é uma excelente aliada.

Advogado do Diabo

Coloque-se como se você fosse uma outra pessoa observando a situação.  Saia da sua zona de conforto. Exercite o  advogado do diabo que existe em você para as diversas opções disponíveis. Use sua imaginação. Pense em novas alternativas, por mais absurdas que elas possam parecer em um primeiro momento. Talvez apareça até uma alternativa nova com este exercício.

Exercícios para dar clareza
  • Faça uma lista com todas as suas suposições sobre o assunto. Em seguida pense na hipótese inversa para cada tópico. Qual é o oposto dela? Por fim analise como você pode realizar cada objeção.
  • Faça uma tabela para analisar os prós e contras de cada opção. Inclua as qualidades de cada opção e dê uma nota para criar um ranking. Assim você terá um quadro fácil de visualizar as diversas opções.

Vale a pena ter em mente que na maioria dos casos poucas decisões são irreversíveis. Na grande maioria das vezes durante o desenrolar das ações é possível ir corrigindo o rumo.

Errar é humano, portanto não fique se martirizando pela decisão que você tomou. Sempre é melhor decidir do que não decidir. Se resolver não agir, que isto seja também uma decisão consciente de não ação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *